Projeto de contação de histórias atende escolas da RMC

Projeto História dos Quatro Ventos vai promover 150 encontros

Todo mundo sabe que estimular o gosto pela leitura entre as crianças é fundamental, pois entre tantos benefícios desenvolve a criatividade, a memória, o aprendizado, o interesse por novas áreas do conhecimento, enriquece o vocabulário e desenvolve a escrita.

Mas, hoje esta tarefa, sem dúvida, está ainda mais desafiadora, pois o livro enfrenta grandes e fortes concorrentes, além da TV ele compete com os games, smartphones, tablets, redes sociais e internet. Foi pensando neste contexto que a Malasartes – Educação Sensível e a Travessia – Arte Educação se uniram em mais um projeto que visa driblar esta dificuldade promovendo encontros literários de incentivo à leitura. O projeto Histórias dos Quatro Ventos – Encontros de Incentivo à Leitura está realizando desde o ano passado contações de histórias e rodas de leitura em escolas públicas (municipais e estaduais) da Região Metropolitana de Curitiba. O projeto já passou por Itaperuçu e Rio Branco do Sul e este ano chega a Campo Magro, Piraquara e Fazenda Rio Grande. Ao todo serão 150 encontros literários de incentivo à leitura voltados para alunos com idade entre 8 e 12 anos. As apresentações em Campo Magro já estão acontecendo e seguem até 12 de abril.

A mediação será feita pelos mediadores de leitura e contadores de histórias: Adriane Havro, Vinícius Mazzon, Michelle Peixoto e Luis Teixeira. “Este trabalho dá continuidade às ações de incentivo à leitura que já realizamos em parceria com o programa CURITIBA LÊ, criado em 2010 pela Fundação Cultural de Curitiba e reconhecido internacionalmente pela Unesco como exemplo de programa que contribui para a transformação social por meio da formação de leitores. Além disso, amplia nosso raio de atuação que também tem como objetivo a democratização do acesso a vivências artístico-culturais no âmbito da literatura”, conta o mediador de leitura e produtor Luis Teixeira, da Malasartes.

O projeto está sendo viabilizado pela Secretaria do Estado da Cultura, por meio do Edital PROFICE e conta com o apoio das empresas Copel e Beaulieu do Brasil.

Os encontros terão como foco a experiência do ouvir e ler contos tradicionais de várias culturas, compilados de publicações de reconhecidos autores que pesquisam e trabalham com o reconto. O repertório escolhido inclui nomes consagrados como: Ana Maria Machado, Ricardo Azevedo, Ítalo Calvino, Ernani Ssó, Ilan Brenman, Heloísa Prieto, Regina Machado, Rosane Pamplona.

“Ler não pode ser uma obrigação, deve ser um ato que proporcione, sobretudo, prazer, por isso nossas ações são bem lúdicas e estão apoiadas no diálogo e na diversão”, conta Adriane Havro da Malasartes.

Na opinião dos idealizadores do projeto o encontro da criança com a literatura precisa ir muito além do emprego do texto literário como pretexto para diferentes conteúdos curriculares. “Nossa intenção é que as crianças descubram como é fascinante reler estas histórias inúmeras vezes, histórias que são fruto da sabedoria popular acumulada há muitas décadas por gerações de narradores anônimos que nos deixaram esse rico patrimônio”, afirma Vinícius Mazzon da Travessia.

“Ao garantir todas as condições de acesso a crianças de escolas públicas, procuramos contribuir para o florescimento de uma sociedade mais justa e igualitária, com valores humanistas e fraternos, orgulhosa de sua cultura e identidade”, conclui Michelle Peixoto da Travessia.

CRONOGRAMA CAMPO MAGRO - HISTÓRIAS DOS QUATRO VENTOS

MARÇO:

Escola Municipal Hemetério Torres

Dia 29/03 – Narração de histórias - manhã e tarde.

Mediação de leitura - manhã e tarde.

ABRIL:

Escola Municipal Mercedes Marques

Dia 04/04 – Narração de histórias - manhã e tarde.

Mediação de leitura - manhã e tarde.

Escola Estadual Campo Magro

Dia 12/04 – Narração de histórias e mediação de leitura - tarde.

Últimas Notícias