Presidente do Coritiba garante que não vai demitir técnico

Samir Namur também prometeu reforços para a Série B

Depois da eliminação da Copa do Brasil, no empate com o Goiás, o presidente do Coritiba, Samir Namur, deu entrevista coletiva para garantir a permanência de Sandro Forner como técnico. Namur afirmou que os maus resultados estão dentro do planejamento.

“O Sandro foi escolhido como técnico do Coritiba porque definimos isso lá atrás. Se tivessemos trazido outro técnico, o efeito seria de contratar vários atletas. O Sandro se encaixava muito bem neste perfil, além de ser um técnico estudioso. Isso tem sido muito bem feito. Como boa consequência, que mostra a competência desses profissionais, já estamos na final. Foi o único dos 12 de já ter competência de estar na final”.

O Coritiba disputou 15 jogos com Sandro Forner: cinco vitórias, cinco empates e cinco derrotas. Isso representa 44% de aproveitamento.

“Não se fala de outro assunto que não seja o acesso à Série A. Fizemos uma série de compromissos (na eleição) de equilíbrio financeiro e de investimento na base. A gente vê uma série de críticas do torcedor, mas posso responder que é um processo. Claro que ninguém imagina que só os garotos da base vão ser titulares. Vamos trazer atletas mais experientes e atletas rodados para completar este elenco”.

Samir Namur também falou sobre o aspecto financeiro e uma "folga" no caixa para buscar reforços para a Série B.

“Se passasse na Copa do Brasil, teria R$ 1,8 milhão só em premiação e aumentaria essa possibilidade. Mas existe uma folga agora, a partir de abril, para buscar reforços. Mas tem outra questão. No ano passado, o Coritiba emprestou vários atletas de Flamengo, Santos, São Paulo e não pagou... Então, o Coritiba não tem crédito com esses clubes”.

Últimas Notícias