O Boxe antiesportivo nas Olimpíadas de 1988 em Seul, Coréia do Sul

Na época, o presidente da Federação Coreana de Boxe e o presidente do Comitê Olímpico Coreano renunciaram depois desse incidente deplorável. Olimpíadas de 1988 em Seul, Coréia

Muitas pessoas se lembram de um jovem chamado Roy Jones Jr. sendo roubado por juízes olímpicos corruptos de uma medalha de ouro, mas poucos se lembram do incidente ainda mais feio que a precedeu.

O árbitro neozelandês Keith Walker estava em uma luta do peso galo entre Byun Jong Il da Coréia do Sul e Alexander Hristov da Bulgária. A luta foi um caso de conduta antiesportiva, e Walker teve que penalizar repetidamente Jong pela cabeça.

Na conclusão da luta, Hristov foi anunciado o vencedor, mas isso apenas enfureceu os compatriotas de Jong. Numerosas autoridades e treinadores de boxe sul-coreanos invadiram o ringue e atacaram violentamente o árbitro Keith Walker com socos, chutes, garrafas e até cadeiras.

O aterrorizado Walker mal escapou de ferimentos graves e foi diretamente para o aeroporto e pegou o primeiro avião de volta à Nova Zelândia.

(Foto: Byun Jong II senta no ringue e se recusa a se levantar).

Assista a luta abaixo

Publicidade

Últimas Notícias

banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

18 de Janeiro de 2021

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

   CONTATO:

         E-mail: redacao@jornale.com.br

         CEL: (41) 9.9978-9956

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest