Garçom confirma que Carli Filho estava embriagado antes do acidente

Ex-deputado está sendo julgado por ter provocado a morte de dois jovens

No primeiro dia de julgamento do ex-deputado estadual do Paraná Luiz Fernando Ribas Carli Filho, o depoimento do garçom Altevir Gonçalves dos Santos, que confirmou que Carli estava embriagado pouco antes do acidente. Santos serviu o ex-deputado, que estava acompanhado de um casal de amigos. As três pessoas, consumiram quatro garrafas de vinho durante o jantar.

Carli Filho está sendo julgado por ter provocado a morte de Gilmar Rafael Yared, de 26 anos, e Carlos Murilo de Almeida, de 20 anos, na noite de 7 de maio de 2009, em um acidente de trânsito no bairro Mossunguê, em Curitiba. O ex-deputado estaria dirigindo embriagado e a mais de 160 km/hm de acordo com a acusação. Além disso, estava com a carteira cassada, com 130 pontos.

O garçom afirma que alertou o ex-deputado para não dirigir enquanto ele saía do restaurante: “Por favor, não faça isso, vá com o casal. No outro dia você volta buscar o carro”. Eduardo Missel Silva, amigo de Carli, que estava no restaurante, confirmou que foram pedidas quatro garrafas de vinho e que chegou a oferecer carona ao amigo.

A mão de uma das vítimas, Christiane Yared, deputado federal pelo PR do Paraná, preferiu não depor, alegando não estar em condições emocionais. Durante os nove anos, desde a morte do filho, Christiane dedicou-se a campanhas pela paz no trânsito, o que lhe valeu um mandato na Câmara.

Também depuseram nesta terça-feira, o médico José Antônio Maingue, que atendeu Carli no Hospital Evangélico e confirmou que o ex-deputado deu entrada em coma, na UTI, após o acidente. Leandro Lopes Ribeiro, testemunha ocular do acidente, afirmou que Carli o ultrapassou em uma velocidade muito alta. E o perito Raphael Martelo Filho, contratado pela família de Carli, que afirmou que não é possível determinar a velocidade que o ex-deputado trafegava.

Embora a expectativa inicial fosse de que o julgamento duraria dois dias, o rápido andamento dos depoimentos pode fazer com que a decisão dos jurados seja anunciada ainda na madrugada de terça para quarta-feira.

20 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest