Polícia Federal ficará sob o comando de Raul Jungmann

Pernambucano foi confirmado como ministro da Segurança

Quando assumir o Ministério da Segurança Pública, hoje, o pernambucano Raul Jungmann passará a exercer um papel importantíssimo no sistema nacional de segurança. Além de passar a ter a Polícia Federal subordinada à sua pasta – até agora a PF ficava sob o chapéu do Ministério da Justiça –, Jungmann será o “responsável pela integração e coordenação” do sistema em todo o país, cuidando da interlocução entre o Governo Federal e governadores e prefeitos sobre o tema.

A ideia é que Jungmann já comece, logo após a tomar posse, a negociar ações com governadores e prefeitos. Depois, o programa que será aprovado no Legislativo daria a base legal e estabeleceria o modelo de parceria com Estados e prefeituras. No lugar de Jungmann, que comandava o Ministério da Defesa, assumirá o atual secretário-geral da pasta, general Joaquim Silva e Luna, que já foi chefe do Estado-Maior do Exército.

Jungmann está à frente do Ministério da Defesa desde maio de 2016. Comandou a organização do emprego de efetivo militar na segurança dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio de Janeiro e o processo de retirada das tropas brasileiras do Haiti. Jungmann também chefiou ações de reforço militar na segurança pública do Amazonas, Maranhão, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro e Brasília, e as ações de varredura e inspeção em presídios estaduais.

31 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest