banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Governo do Paraná explica falta de reajuste a servidores

Chefe da Casa Civil afirma que estado está dentro do limite

O chefe da Casa Civil Valdir Rossoni disse que o Governo do Estado age com responsabilidade ao segurar gastos de custeio e ampliar o volume de investimentos em obras e ações que atendem a toda a população. Ele destaca que o volume de recursos para investimentos somam R$ 8,4 bilhões em 2018. No ano passado, os investimentos chegaram a R$ 6,78 bilhões. “Isto está sendo possível em função do ajuste fiscal realizado pelo governo”, frisou.

O secretário esclarece que o fato de o Executivo ter recursos para investimentos não significa que é possível conceder reajustes salariais para os servidores no momento. Ele reforça que o Estado deve se manter dentro dos limites da Lei de Responsabilidade Fiscal (LFR) com relação aos gastos com pessoal.

Em 2017, a despesa com a folha alcançou 45,13% das receitas correntes líquidas, já dentro do limite de alerta da lei federal. O comprometimento real da arrecadação atinge 52,86% quando se abate do cálculo as receitas extraordinárias, que não podem ser usadas em despesas correntes, e as exclusões aceitas pelo Tribunal de Contas.

Rossoni salienta que a máquina pública precisa se adequar aos novos tempos e manter seus gastos dentro da previsão orçamentária. “Por isso, não podemos agir com irresponsabilidade. Não dá pra prometer o que não é possível pagar”, afirmou. “Ultrapassar o limite legal implicaria em prejuízos para todos os paranaenses. Perguntem para a população se ela quer bancar mais gastos com a máquina”, afirmou.

28 de novembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest