Mutirão retira 30 toneladas de lixo de área de risco de Aedes

Prefeitura utiliza voluntários na ação de prevenção contra dengue

Cerca de 30 toneladas de lixo foram removidas das vilas Anastácia, Betel e Oficinas (Regional Cajuru), neste sábado (20), durante a manhã de sensibilização dos moradores para o mutirão de limpeza Não Vai ter Zika, que a Administração Regional da Prefeitura e a empresa parceira Rumo Logística fizeram na área. A ação visa impedir a proliferação do mosquito Aedes aegypti.

“Foi um sucesso. Estes locais poderiam se tornar criadouros para o mosquito que transmite o vírus da dengue, febre amarela, zika e chikungunya se o poder público e a comunidade não ficarem atentos”, disse o administrador regional Márcio Nunes, que acompanhou o trabalho e participou da distribuição de folhetos explicativos sobre a campanha e sua importância. Cerca de 100 voluntários participaram da ação.

Em menos de três horas de trabalho, os três caminhões a serviço da Prefeitura fizeram cinco viagens para retirar o material da área. Um transportou duas cargas de resíduos removidos do córrego Vila Betel pela equipe do projeto de educação ambiental Olho D'Água, da Secretaria Municipal do Meio Ambiente, e outro removeu três cargas de lixo que os moradores tiraram das suas casas – como sofás e armários velhos.

Na segunda-feira (22), das 8h às 17h, caminhões da Prefeitura retornarão ao local para retirar os objetos maiores e que os moradores teriam dificuldade de remover das casas. “O único trabalho deles será levar essas coisas até os caminhões. A Prefeitura se encarregará de dar a destinação correta a elas”, reforça o administrador regional.

Últimas Notícias