Temer dá até 15 de março para ministros candidatos saírem do governo

Prazo legal pata desincompatibilização termina em abril

Aliados do presidente Michel Temer afirmam que ele externou recentemente, após a saída de três ministros que disputarão as eleições, que julga “mais saudável para o governo e para o país” que todos os auxiliares que desejem concorrer a cargos eletivos deixem os postos até 15 de março. Com o recado, tenta antecipar a reformulação de sua equipe. O prazo para a desincompatibilização termina em abril. A dança das cadeiras tornou-se decisiva para a aprovação da nova Previdência.

Cargos de primeiro escalão podem ser um ativo poderoso para atrair votos no Congresso, mas quem já está com o Planalto alerta que, se não houver cuidado nas negociações, o tiro pode sair pela culatra. A repercussão da nomeação de Cristiane Brasil (PTB) para o Ministério do Trabalho é usada como exemplo. Houve críticas por ela ter passivos na Justiça do Trabalho e nem todo o PTB ficou contente com a escolha.

27 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest