Rocky Marciano e a vitória sobre Joe Louis

Acabava a carreira de uma estrela do boxe para dar espaço para Rocky Marciano

Em 26 de outubro de 1951, Rocky Marciano e Joe Louis se encontraram para uma luta. Marciano estava em plena forma aterrorizando no ringue, enquanto Joe Louis estava fora dos dias em que ele reinava na divisão sem discussão. O tempo derrotou Louis. Na oitava rodada, ele conectou um tremendo gancho de esquerda que o enviou para a lona, Louis levantou-se, mas Marciano foi para terminar sem piedade. Um direito violento levou Joe Louis fora do ringue e esse foi o fim da luta, e também terminou a carreira de um dos melhores lutadores da história.

Louis perdeu para Ezzard Charles, em 1950, e anunciou que não lutaria mais. No ano seguinte, porém, enfrentou Rocky Marciano e foi nocauteado de novo. "Sou seu fã", disse Marciano, após o combate. O motivo pelo qual Joe lutou com Rocky Marciano foi o fato de estar tendo problemas financeiros em consequência de um golpe bancário aplicado pelo sócio de seu empresário.

Nos anos seguintes, Joe Louis virou árbitro de lutas e consumiu muita cocaína, tendo sido hospitalizado para tratamento. Ele também esteve internado para tratamento de distúrbios nervosos. Começou a ter alucinações de que a Máfia estaria tentando matá-lo com gás venenoso. Certa vez, ao entrar num quarto de hotel, ele tapou todas as entradas de ar com maionese. Chegava a montar uma barraca em cima da cama para se sentir mais protegido.

Morreu em 12 de abril de 1981, aos 66 anos, de ataque cardíaco.

Últimas Notícias