Armadilha de Canelo Álvarez, de acordo com Bernard Hopkins


O golpe com que Saúl "Canelo" Álvarez eliminou Amir Khan, foi uma armadilha bem trabalhada pelo mexicano na mesma luta, de acordo com a análise de Bernard Hopkins, no programa The Fight Game da HBO.

"Todas as pessoas se lembram de Canelo batendo Amir Khan", explica Hopkins, "mas o que as pessoas não veem é a maneira inteligente pela qual Canelo conseguiu essa armadilha".

E Hopkins descreve como na quinta rodada, Canelo colocou em pratica essa armadilha pela primeira vez, quando ele jogou uma combinação de três golpes corporais, prejudicando visivelmente Khan. Hopkins observa como Khan abaixa as mãos para cobrir seu corpo nessa combinação, uma ação que, de acordo com o próprio Bernard, é detectada por Canelo.

Na sexta rodada, ele coloca a armadilha novamente, mas em vez de terminar com o terceiro golpe no corpo, ele engana e puxa o gancho esquerdo para o maxilar, tentando aproveitar o buraco deixado por Khan, que na ocasião anterior tinha abaixado as luvas para cobrir o corpo. Khan é abalado violentamente pelo golpe do Canelo, mas ele se levanta.

Na mesma sexta rodada, Canelo volta a definir a armadilha, e desta vez, com um resultado letal. Ele novamente tenta ir ao corpo com a mão esquerda, mas desta vez ele não combina mais, mas vai direto ao fim com um violento gancho direito que causou a queda de Amir Khan.

O Canelo estava pacientemente cuidando da armadilha de atacar abaixo, para fazer com que Khan baixasse as luvas. Quando Khan começou a se concentrar nessa área foi quando os ataques de Canelo vieram, o mexicano começou a usar “ilusões”, para terminar até obter o nocaute.

Essa mesma tática foi usada para alcançar outro dos seus nocautes mais devastadores, contra James Kirkland. Esquiva para a esquerda, e tiro violento com o gancho direito para causar a desconexão de Kirkland.

28 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest