Formação do boxe feminino contemporâneo


O boxe feminino pode traçar os primórdios em Londres na década de 1720. Durante os seguintes séculos e meio, as mulheres esporadicamente vieram ao ringue para exibir lutas competitivas. Na segunda metade do século 19, o boxe feminino obteve publicidade nos Estados Unidos e fora dele - graças a Richard Fox.

A história real do boxe feminino começou na segunda parte do século 20, quando as mulheres começaram literalmente com associações atléticas, autoridades e ringue de boxe. Em 1950, várias lutadoras realizaram lutas profissionais - principalmente Barbara Buttrick, JoAnn Hagen (Verhaegen) e Phyllis Kugler. O esporte reavivou novamente na década de 1970 graças aos esforços imprudentes de vários pioneiros importantes.

A década de 1970 foi destacada por muitos "primeiros" de boxe feminino, incluindo muitas cidades levando proibições para mulheres em lutas; emissão de "primeira vez" licenças de boxe, sancionando partidas de boxe; e as várias comissões que aprovam mais de quatro rodadas para combates de mulheres.

No final do século XX, foram encontradas boxeadoras femininas extraordinárias, como Christy Martin, Lucia Rijker, Ivonne Caples, Marischa Sjauw, Bridgett Riley, Regina Halmich, Laila Ali, Chevelle Hallback, Vonda Ward, Ann Wolfe, Martha Salazar e muito mais ...

O boxe feminino entrou no século 20 muito promissor. As competições de boxe feminino e masculino foram ambos eventos de exibição nos Jogos Olímpicos em St. Louis (EUA) em 1904. No entanto, ao contrário do boxe masculino, o boxe feminino não permaneceu nas Olimpíadas e não ganhou muita popularidade nos anos seguintes. Durante décadas, permaneceu uma atividade exótica (com golpes poderosos e fúria das lutadoras). Hoje sendo reconhecido profissionalmente, e ele foi reconhecido no boxe olímpico pelo comitê executivo COI em 2009, em que teve sua estreia em 2012.

24 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest