banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Lideranças do PSDB fecham apoio para Alckmin ser presidente


O senador Tasso Jereissati (CE) e o governador de Goiás, Marconi Perillo, desistiram nesta segunda-feira, 27, de disputar a presidência nacional do PSDB na convenção nacional do partido, marcada para o próximo dia 9, em Brasília. Os tucanos defendem agora o nome do governador Geraldo Alckmin, pré-candidato à Presidência da República, para o comando do partido no momento em que o tucano paulista começa a indicar que pode assumir o comando da sigla caso essa seja a solução acordada com os tucanos que se colocaram na disputa. "Acho que é importante conversarmos. Temos dois pré-candidatos: Tasso e Perillo. Eu não me coloquei como pré-candidato. Se puder ajudar a unir o partido, buscar a unidade em torno de um projeto para o Brasil, vamos avaliar. Mas primeiro aguardar esse encontro, que pode ser no Palácio ou na casa do Fernando Henrique," disse o governador.

Tasso e Perillo se reunirão nesta segunda-feira com o governador paulista em São Paulo. A expectativa é de que, após o encontro, seja anunciada uma chapa única para a executiva do PSDB.

2 de dezembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest