banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

República do Quênia diminui patrocínio para a liga nacional de boxe


Harison Mathuku das prisões do Quênia (à esquerda) em ação contra Shaffi Bakari da Polícia do Quênia durante a quarta etapa da SportPesa National Boxing League no Madison Square em Nakuru. FOTO | AYUB MUIYURO | NATIONAL MEDIA GROUP


Equipes na liga nacional de boxe da República do Quênia, África Ocidental, que tiverem menos de seis boxeadores nas equipes perderão o patrocínio da liga SportPesa a partir de janeiro de 2018.

Ao mesmo tempo, o vice-presidente do Boxe Association of Kenya (BAK), Albert Matito, disse que as equipes que terminem no final da liga de 16 equipes serão relegadas.

No entanto, Matito não indicou quantas equipes serão abandonadas ou qual seria o seu destino, já que a associação não possui ligas de nível inferior.

"A BAK quer melhorar o padrão do esporte que está diminuindo por dia na República do Quênia, e é por isso que decidimos apresentar medidas que garantam que a liga seja competitiva", disse Matito.

Durante a quarta etapa da liga no Madison Square Garden Nakuru no mês passado, algumas equipes foram representadas por boxeadores em conjunto, enquanto outros não estavam representados e sem equipe.

Por exemplo, os anfitriões do Nakuru, que costumavam desfilar um time completo na liga nacional, só foram representados por um único boxeador - Lemid Thiong'o - que foi nocauteado na segunda rodada do torneio passado deste ano no mês de outubro.

Outras equipes que tinham menos de dois boxeadores incluíam Kongowea, Kibra, Thika, Ndenderu e Kisumu.

Matito disse que era errado que algumas equipas levassem esquadrões improvisados, ou seja, sem patrocínio, ​​a tais competições, enquanto a liga oficial estava totalmente patrocinada.

"Este é um apelo para que os treinadores juntem-se a liga, porque a liga é totalmente patrocinada e todas as despesas de viagem, acomodação e outras despesas dos boxers são totalmente pagas pelos nossos patrocinadores, o SportPesa", disse Matito.

A quinta etapa da liga foi realizada em Mombasa de 9 a 11 de novembro, onde o vencedor geral foi coroado.

As Forças de Defesa do Quênia (KDF) conquistaram a quarta etapa em Nakuru, acumulando 25 pontos à frente do esquadrão "Chafua Chafua" da Polícia do Quênia que obteve 19 pontos.

As prisões de Quênia coletaram cinco pontos, enquanto a G44 - Soweto colheu quatro pontos com Dallas e Kentrack coletando três pontos cada.



Traduzido - nation.co.ke


28 de novembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest