Ele tatuou 40 mil cruzes em seu corpo a favor dos animais


Alfredo Meschi nasceu na Toscana, Itália, em uma família de pescadores e caçadores. Primeiro seguindo os passos de seu pai e parentes, em sua vida posterior, Meschi decidiu livrar-se da forte marca carnívora deixada por sua família e cultura. "O anti-especismo, incluindo sua matriz anarquista, é minha filosofia hoje, e desde que conheci veganismo ético há três anos, minha vida inteira foi derrubada", ele diz a Konbini.

Alfredo passou os últimos 50 anos lutando por animais e direitos dos animais, no entanto, ele não necessariamente quer ser nomeado ativista. Em vez disso, ele insiste em ser chamado de "artivista" que usa seu corpo como uma "peça de performance permanente, um manifesto político" para a libertação animal.

A inspiração de Alfredo para usar sua própria pele como uma tela para expressar crenças políticas e culturais veio depois de descobrir Poner el Cuerpo, Sacar la Voz, um grupo de artivistas mexicanos que usam seus corpos para protestar contra os crimes de seu governo em conflito com narcos. Mas Alfredo queria algo mais permanente do que a pintura do corpo, que é o meio de Poner el Cuerpo. Ele explica:

"Vivemos em uma sociedade construída em uma amnésia infinita e auto-infligida. É como se a nossa consciência de injustiça, compaixão e empatia fosse uma mudança que se ligasse e desligasse.

No início da minha carreira no ativismo, procurei uma maneira de resistir a essa amnésia, uma maneira que me lembrasse a luta a cada segundo. E a cada segundo, nada menos que 40 mil animais são mortos com o único propósito de satisfazer nosso apetite. Eu queria capturar isso e preservá-lo para sempre na minha pele ".

Por esta razão, Meschi escolheu tinta sua pele com 40.000 X marcas que significam todos os animais que são vítimas de nossa sociedade consumista. Para manter a linha de sua filosofia, o artivista escolheu um processo de tatuagem vegano: além da tinta vegana, todos os produtos usados ​​para limpar, tatuar, desinfetar e curar a pele também eram veganos e sem crueldade.

22 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest