banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

Taxa de desemprego cai para 8,5% no Paraná


A taxa de desocupação no Paraná ficou em 8,5% no terceiro trimestre do ano, abaixo da registrada no segundo trimestre, que foi de 8,9%. Os dados, da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) Contínua, foram divulgados nessa sexta-feira (17) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A taxa de desemprego no Estado ficou abaixo da média do Brasil, de 12,4% no período. No terceiro trimestre, o Sul teve a menor taxa de desocupação do País, com 7,9%.

No Paraná, a população desocupada teve redução de 5,4% - passando de 533 mil para 504 mil entre o segundo o terceiro trimestre.

O setor de agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura foi o que registrou maior variação positiva no número de trabalhadores, comparada com o segundo trimestre do ano. Passou de 578.000 para 599.000 pessoas, uma alta de 3,63%.

O setor de trabalhadores por conta própria registrou uma variação positiva de 3,54%, passando de 1,298 milhão para 1,344 milhão.

Outros setores que também demonstraram um aumento no número de ocupados no Estado foram os de trabalhadores domésticos, com alta de 3% - de 300 mil para 309 mil. Os trabalhadores de familiares auxiliares aumentaram 2,7%, de 122 mil para 125 mil.

29 de novembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest