banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

O boxeador Anton Olarte foi condenado a prisão por agredir uma turista


Um boxeador nascido em FILIPINAS que tentou estuprar uma turista japonesa e empurrou a cabeça contra um chão de concreto quando resistiu ele foi preso e agora condenado pela justiça americana a cumprir oito anos agora em 2017.


O lutador aposentado Anton Olarte, cuja carreira incluiu 51 combates, admitiu ter golpeado e tentado violar uma mulher de 23 anos em agosto de 2016.


A juíza do tribunal do condado, Irene Lawson, disse que as ações de Olarte foram planejadas e aterrorizaram sua vítima isolada.


"O que você fez foi extremamente errado", disse ela na sexta-feira (10/nov/2017). "Você abusou de seu poder e domínio físico como boxeador sobre essa mulher vulnerável".


Olarte, de 34 anos, agarrou a vítima por trás enquanto esperava um elevador em um prédio da CBD, antes de arrastá-la pelos tornozelos para um lugar isolado, o tribunal foi informado.


Ele a golpeou no rosto e no estômago, bateu sua cabeça várias vezes contra o chão de concreto, tirou a calcinha e tentou violá-la antes que um residente que ouviu os gritos da vítima interrompeu e conseguiu evitar o ato.


Após o ataque, ele raspou a cabeça para disfarçar-se e foi a uma igreja próxima para pedir perdão.


A vítima sofre agora com ansiedade, pesadelos e medo de sair na rua, após o ataque e desde então quer retornar ao Japão.


Olarte se declarou culpado de causar ferimentos e tentativas de violação intencional contra a mulher.


Ele deve cumprir um mínimo de seis anos de prisão antes de ser elegível para liberdade condicional.


tradução - heraldsul




Vídeo - Pinoy proud boxer in australia(Rey Anton Olarte)


1 de dezembro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Contato

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: 41.8713-4418

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest