Polícia da Colômbia apreende 13,3 toneladas de cocaína

A polícia colombiana atualizou a quantidade de cocaína apreendida no departamento de Antioquia, pertencente ao cartel Clã do Golfo, o maior grupo criminoso do país. "Finalmente, foram apreendidas 13 toneladas e 398 quilos da droga. Essa foi a contagem final", disse à Radio Caracol o diretor da polícia colombiana, o general Jorge Hernando Nieto. O anúncio da maior apreensão da droga na história do país foi feito pelo presidente colombiano Juan Manuel Santos, nesta quinta-feira (9). A informação é da EFE.

A quantidade é quase uma tonelada e meia a mais do que havia sido inicialmente informado. O número subiu depois do término da pesagem de tudo que foi encontrado. Cerca de 400 homens da Direção Antinarcótico da polícia participaram da operação, denominada Lourdes, que incluiu um "ataque aéreo" simultâneo em quatro fazendas dos municípios de Chigorodó e Carepa.

O general Nieto disse que foi "a maior apreensão" de cocaína realizada no país em esconderijos onde era armazenada a droga, que depois era enviada ao exterior através de lanchas rápidas e navios cargueiros. Essa quantidade do entorpecente está avaliada US$ 1,5 bilhão nos EUA e na Europa.

A cocaína estava "em caixas escondidas debaixo da terra" e, segundo as investigações, "pelo menos dez organizações dos departamentos de Chocó e Antioquia, estavam envolvidas, assim como das regiões de Catatumbo e Los Llanos Orientales, entre outros. A droga era vigiada por integrantes do Clã do Golfo, comandados pelo traficante "Mordisco".

30 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest