Stags, zombies e grindcore: a nova onda de arte gótica

Esqueça os trenchcoats e o delineador de olhos pretos. A arte gótica tem uma história rica além dos clichês. O Livro de Faye Dowling conta essa história - e apresenta uma nova geração de devotos, de artistas e designers gráficos e tatuadores.


Damien Deroubaix é um gravador e pintor francês que trabalha com murais e instalações de grande escala. Seu trabalho combina referências de Dada e Francis Bacon com a ideologia política de grupos de metal e grindcore como Napalm Death. Ilustração: Damien Deroubaix

Liam Sparkes é uma tatuadora com sede em East London. Inspirados pela gravura antiga e tatuagens de prisioneiros, os célebres projetos de Sparkes são caracterizados por símbolos, animais híbridos e iconografia gráfica carregada. Ele vê o preto como um sistema de crença na cultura da tatuagem. Fotografia: Emily Hope

O pintor alemão Florian Heinke usa tinta preta como meio radical. Criado em grandes telas, seu trabalho aborda a pintura tradicional com a estética gráfica da arte do poster político. Chamando o trabalho de "pop preto", Heinke propõe uma crítica dos sistemas e da sociedade, com temas recorrentes de religião, dinheiro e poder. Fotografia: Florian Heinke / Charlie Smith, Londres

As imagens de Alexander Binder são preenchidas pelo invisível e pelo outro mundo. Crescendo nas densas florestas da região norte da Floresta Negra da Alemanha, seu trabalho influencia a história do simbolismo e do oculto. Usando processos fotográficos precoce, seu kit inclui câmeras pinholes, cristais e prismas, lentes soviéticas e brinquedos ópticos. Fotografia: Alexander Binder

Inspirado por Victoriana e temas surrealistas, o artista britânico Dan Hiller é uma figura-chave na paisagem gótica. A impressão Pachamama da Hillier tornou-se a capa do álbum de estreia da banda Royal Blood, e seu trabalho apareceu recentemente no exterior do Globe Theatre de Shakespeare. Fotografia: Dan Hillier




19 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest