Nem sempre a glória profissional é o ápice da vida humana


Olli Mäki que por casualidade se tornou um boxeador. Como um amador ele ganhou o título europeu de peso leve de 1959. Depois de ser removido da equipe olímpica de 1960, ele se tornou profissional e lutou até 1973 com um recorde de 28 vitórias, 14 derrotas e 8 empates. Em agosto de 1962, ele foi desafiar o campeão americano (em duas rodadas) Davey Moore para o título World Featherweight, e Olli foi derrotado. Em fevereiro de 1964, ele ganhou o título de welterweight da União Europeia de Boxe contra Conny Rudhof e numa revanche ele perdeu para Rudhof em 1967. Na aposentadoria, Mäki trabalhou como treinador e gerente de boxe.

Uma boa história sobre um apaixonado pela vida, com a origem humilde e sem muita perspectiva, lutou e venceu, dentro e fora dos ringues.

Ano passado foi lançado um filme sobre este pugilista, chamado “O Dia Mais Feliz da Vida de Olli Mäki”, em que, assistir ao filme tratasse de uma obra muito mais intimista e leve do que habitualmente se espera de um filme sobre pugilistas, em formato de documentário. O diretor Juho Kuosmanen, que como o retratado também é finlandês, foi feliz em conduzir sua trama por um caminho mais puro e sensível, em que mostra que nem sempre a glória profissional é o ápice da vida humana. A falta de drama, porém, tem seu preço, por ser filmado como documentário perde o drama como se vê em outros filmes, por exemplo, Réquiem Para um Lutador, até nos mais aclamados, como a saga Rocky e Touro Indomável. Por não se alongar nos conflitos entre seus personagens, o filme acaba flertando com a monotonia do dia a dia de um treino pesado e reflexivo, sendo uma biografia que não emociona, mesmo tendo na simplicidade, mostra uma realidade em que muitos pugilistas da história venceram mais fora dos ringues, com caráter e paixão pela vida do que títulos mundiais. Sem sombra de dúvidas, um vencedor eternamente exemplar.




Publicidade

Últimas Notícias

banner_300x250_V2_01_vacina_portais.gif

25 de Janeiro de 2021

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

   CONTATO:

         E-mail: redacao@jornale.com.br

         CEL: (41) 9.9978-9956

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest
  • Tumblr Jornale