Renê Júnior acusa Trellez de injúria racial e atleta se desculpa


O lateral do Bahia, Renê Júnior acusou o colombiano Santiago Trellez, do Vitória, de injúria racial. O atleta estrangeiro o teria chamado de "macaco" pelo jogador rubro-negro. No final da partida, Renê chegou a deixar o jogo chorando. Renê disse, em entrevista coletiva, que não iria dar queixa "sou maior que isso".

"O que aconteceu é inadmissível no mundo de hoje, mas eu sou maior que isso aí. Não é qualquer palavra que vai me colocar para baixo. Eu queria que eu, meus filhos, e todos os outros negros fôssemos julgados pela personalidade, e não pela cor da pele. Não vou dar queixa, não. Eu sou maior que isso aí. Pra mim, a maior punição vem de Deus", disse.

No final da partida, o colombiano se negou a dar entrevistas.

Horas depois, porém, o atleta usou as redes sociais do Vitória para se desculpar com Renê. "Meus pais são negros, peço desculpas se o cheguei a ofender", disse, além de negar a ofensa de "macaco".

22 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest