Do Gótico ao Renascido Alemão em Dürer


"Adão e Eva" (Curiosidade - Primeiro homem e mulher com 'umbigo')


Dürer nasceu na Nuremberga no dia 21 de maio de 1471 e morreu na sua cidade natal em 6 de abril de 1528. Ele foi um artista de varias vertentes, em que produzia gravuras, pinturas, ilustrações, foi matemático e teórico da arte alemã e, provavelmente, o mais famoso artista do Renascimento nórdico, tendo influenciado artistas do século XVI no seu país e nos Países Baixos.

A sua maestria como pintor foi o resultado de um trabalho árduo e, no campo das artes gráficas, não tinha rival, ele mais que ninguém tinha total domínio das técnicas gráficas. As suas xilogravuras, consideradas revolucionárias são ainda marcadas pelo estilo gótico.

É considerado como o primeiro grande mestre da técnica da aquarela, principalmente no que diz respeito à representação de paisagens. Os seus interesses, no espírito humanista do Renascimento, abrangiam ainda outros campos, como a geografia, a arquitetura, a geometria e a fortificação.

Conseguiu chamar a atenção do imperador Maximiliano I para o seu trabalho, tendo sido por ele nomeado pintor da corte em 1512. Viveu, provavelmente, duas vezes na Itália quando adulto. Em 1520, depois da morte do imperador, partiu para os Países Baixos, visitou muitas das cidades do norte e conheceu pintores e homens de letras, como Erasmo de Roterdão.

Nos seus últimos anos, em Nuremberga, partindo de estudos de teoria da Arte italianos de autores que o antecederam, ocupou-se principalmente com a elaboração de tratados sobre a medida e proporções humanas, perspetiva e geometria como elementos estruturantes da obra de arte.


Vídeo Curioso sobre venda de uma de suas gravuras

22 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest