Das construções para os ringues, um conto de fadas


Ex-pedreiro e 100% no ringue: quem é Anthony Joshua?

Campeão mundial dos pesos-pesados pela IBF e WBA tem apenas 27 anos pode acumular mais dinheiro que Mayweather e Tyson, tornando-se o primeiro bilionário do boxe.

Um prodígio olímpico e campeão do mundo entre os profissionais. De 2012 a 2017, Joshua parece viver um conto de fadas. Em Abril de 2017, o garoto nascido em Watford, na Inglaterra, nocauteou Wladimir Klitschko diante de 90 mil pessoas em Wembley e além do cinturão da Federação Internacional de Boxe, trouxe para si o título da Associação Mundial de Boxe. Pela luta, entre bolsa e dividendos do pay per view, levou cerca de 40 milhões de libras, quase R$ 164 milhões. Uma máquina de socos, o campeão também faz dinheiro facilmente. Com apenas 27 anos, especialistas garantem que com o tempo de carreira que tem pela frente, ele será o primeiro boxeador a romper a barreira do "bilhão de dólares".


Nem sempre, porém, a vida de Joshua foi fácil. Para ajudar a mãe, ele foi trabalhar como pedreiro. Tinha como sonho abrir sua própria companhia de construção, mas o boxe o levou para outro caminho. Em 2011, quase colocou tudo a perder. Foi flagrado pela polícia de Londres com maconha e acabou preso. Foi solto com e usou uma tornozeleira eletrônica por um tempo, mas teve autorização para lutar a Olimpíada pela Grã-Bretanha. Sempre se interessou por xadrez e usa o esporte como forma de melhorar a tática como profissional.


A carreira do gigante de 1,98m e 119kg é fulminante. Anthony Oluwafemi Olaseni Joshua é filho de mãe nigeriana e de pai britânico com origens na Irlanda e na própria Nigéria. Nascido na Inglaterra, ele passou os primeiros anos da vida na Nigéria, de onde voltou para o Reino Unido aos sete anos. Na Kings Langley Secondary School, se destacou jogando futebol, mas foi no atletismo que chamou a atenção, quando já mais velho correu os 100m para 11,6 segundos.

O boxe, acredite, ele só conheceu aos 18 anos, em 2007. Cinco anos depois, conquistou a medalha de ouro em Londres 2012, dentro de casa, ao bater o italiano Roberto Cammarelle em decisão até hoje discutida.



28 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest