“Escola sem partido” provoca bate-boca na Assembleia


A sessão da Assembleia Legislativa de ontem foi cenário de um bate-boca entre os deputados pastores Ricardo Arruda (DEM) e Edson Praczyk (PRB), por causa do projeto “Escola sem partido”. A proposta proíbe os professores de provocarem discussões sobre política e sexualidade nas escolas públicas do Paraná. Os pastores são de igrejas diferentes e brigam pela paternidade da proposta.

Arruda, da Igreja Mundial, reclamou que apresentou a proposta há quase um ano, em dezembro de 2016, mas que até agora a matéria não avançou. Praczyk, da Igreja Universal, acusou o outro deputado de “jogar para a torcida” ao divulgar que ele estaria “segurando” o projeto há quatro meses para dar um parecer sobre a matéria.

“Tem projetos que a meu ver não tem tanta importância e levam regime de urgência, como o que liberou bebidas alcóolicas nos estádios”, reclamou Arruda. Praczyk apresentou um projeto semelhante na legislatura passada que acabou arquivado sem ser votado.

24 de outubro de 2020

Site de Notícias de Curitiba / Paraná

Jornale: edson@jornale.com.br

             redacao@jornale.com.br

WhatsApp: (41) 8713-4418

Correio Paranaense / Jornal do Ônibus

comercial@jornaldoonibusdecuritiba.com.br

Tel. 41 3263-2002

Editorias

Editais

Siga Jornale

  • Pinterest